Valores obtidos com extração irregular de minério devem ser integralmente devolvidos à União.
770
post-template-default,single,single-post,postid-770,single-format-standard,bridge-core-2.5.9,translatepress-pt_BR,qode-page-transition-enabled,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1300,footer_responsive_adv,qode-child-theme-ver-1.0.0,qode-theme-ver-24.4,qode-theme-ligar design,wpb-js-composer js-comp-ver-6.4.2,vc_responsive

Valores obtidos com extração irregular de minério devem ser integralmente devolvidos à União.

Valores obtidos com extração irregular de minério devem ser integralmente devolvidos à União.

Empresa que extrai minério de forma irregular deve repassar à União todo o valor obtido com a atividade e não pode abater custos operacionais.

Esse foi o entendimento do STJ que acolheu recurso da União para condenar empresa a ressarcir ao Poder Público a totalidade do valor obtido com a extração irregular de areia em Araranguá, SC.

No caso, o Tribunal Regional Federal da 4ª Região havia autorizado o abatimento de 50% dos valores a título de custos, mas o STJ reformou a decisão, proibindo a dedução para que não houvesse enriquecimento ilícito da empresa. (REsp 1.860.239, 1ª Turma do STJ, 09/08/2022)

Por Dr. Victor Ferreira Ciríaco, advogado do escritório Lima Netto Carvalho Abreu Mayrink



pt_BR